domingo, 30 de janeiro de 2011

O Tempo como fonte de resposta

Muitas pessoas consideram-me como inteligente, principalmente pessoas mais próximas a mim, mas sinto muito em decepcioná-las que às vezes o silencio me acompanha, onde sofrimentos surgem entre tantos mistérios que cercam o meu ser.

Como eu havia comentado com a Jamile Fonseca, sinto como se sempre, em todas as minhas conversas, ações e etc., apenas utiliza-se o coração, deixando experiências e conhecimentos do cérebro de lado.

Assim duvidas e mais duvidas surgem para me atormentar, onde não encontro caminhos que podem solucionar este e tantos outros problemas que insistem em me acompanhar, mas, como o meu coração insiste em me aconselhar, devo sempre continuar confiando que com o tempo tudo vai melhorar.

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Triste comigo mesmo!

Este pôster será diferente aos outros, onde agora estou em um estado de fúria comigo mesmo, pois, estou nervoso com dois simples órgãos por não pensarem e agirem ao mesmo tempo. Fui burro por logo não sair do momento vulnerável, onde, são poucos momentos que fico assim e todos estes poucos momentos são o suficiente para dizer o que futuramente contrariei dizendo que “não sou assim”.

Aff´s, “desculpa-me, sou assim, sou como uma casa com um alicerce melhor do que o que tem em cima”. Falei coisas que podem ser consideradas de “*****”, onde já se viu descrever-se para alguém, onde já se viu dizer e afirmar o como sou internamente.

Mas já que esta acostumada a ler coisas bonitas aqui tentarei começar a escrever novamente coisas mais calmas e suáveis sobre mim, onde naquela conversa, você definitivamente estava conversando com a minha alma, onde por talvez você possuir um dom desconhecido, perdi o consciente, onde você esteve mesmo por poucos instantes, falou não com a minha mente, mas sim com o que faz amar incondicionalmente (coração).

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Aqui agora estou, deixando de buscar respostas sobre o amor, pois, estive correndo atrás dele este tempo todo, e o quanto mais corria, mais distante ele vivia de mim. Agora me cansei, onde sentar-me-ei aqui para observar tantas pessoas cometerem os mesmos erros que cometi, mas infelizmente nada poderei dizer ou fazer, por que o amor só deixa de machucar quando nós mesmos nos machucamos na busca de ser feliz.

Sonhos calmos e românticos

Já fiz tantos textos, mas confesso que a coragem de dizer que foram pra você ainda não chegou ao meu haver, então, aqui estou, nesta folha branca do Word começando a digitar algo com destino á você.

Pretendo através do que sinto te descrever, sei que algumas coisas logo irá dizer que não são semelhantes á tu, mas para mim és como uma pétala de rosa perdida ao vento, flutuando até encontrar um lugar onde possa pousar, mas enquanto o vento não deixa aqui estou apenas a sentir o teu cheiro, pois o teu perfume insiste em me acompanhar e através dele quando pretendo adormecer, imaginações sobre você vêem e fazem-me dormir de uma forma pacifica e fascinante.

Sonhos chegam de uma forma calma e romântica, onde como sempre estou olhando-te atravessar horizontes á procura de algum lugar que possa se encaixar, e assim , apenas visualizo-a pedindo ao vento que esteja ao meu favor, onde talvez não á mereça, mas os meus desejos é que seja sempre feliz.

Aqui vou continuando, relembrando acontecimentos que fizeram este carinho existir, onde te confesso foram poucos, mas os poucos foram o suficiente para ver que tu és aquela que me faz diante a tantos olhares, parar e contemplar os poucos, mas maravilhosos sorrisos que só você consegue dar.

Simples palavras que vivem dentro do coração

Antigamente as palavras valiam mais, pois as pessoas não conheciam as atitudes, e por que será que atualmente acreditam que conhecem – por que as minhas palavras sem atitudes não entra em teu coração, por que tenho que insistir tanto para você acreditar que te amo, e o meu coração esta pronto para se queimar diante a nossa paixão?

Essas simples palavras vêem de dentro do meu coração, misturam-se nos movimentos do meu dedo, criando e reproduzindo todos os meus sentimentos diante a esta pequena folha de papel, onde respingos de águas caem dos meus olhos ao ver as complexidades que as possibilidades de ter você possuem.

Eu sei que todos possuem erros, mas em relação a mim parece que são muitos, me impossibilitando de chegar á tua imaginação, onde desejo tanto mostrar-me contigo em um futuro certo, onde alegrias cobrem os tantos medos da paixão, onde para sempre terá esse meu coração em tuas mãos.

Passados que não quero mais

Lembro como se fosse ontem, aquela imensidão, aquela complexidade simples, aquela arvore que eu facilmente alcançava o fim. Lembro dos momentos divertidos e desastrosos, onde eu morava em um sitio recém desmatado, tocos no chão com a minha inocência, tentava arrancar sem possuir intenções com os pequenos pés. Caças imaginativas eu realizava, onde livros de “Tarzan” contribuíam para as minhas tantas fantasias, mas eram até boas aquelas imaginações, onde os meus princípios eram primeiramente construir uma arvore na arvore, infelizmente nunca obtive sucesso em tantos projetos que fiz.

Eu não sabia nadar, mas as águas me atraiam e com ajuda de galhos e cipós sempre os meus pés estavam dentro das águas correntes e até mesmo represadas, até que um dia resolvi dizer que já sabia nadar, que as águas não me ofereciam mais perigo e lá fui eu, dei o meu primeiro mergulho, toquei fundo da lagoa e em uma rapidez impressionante a água me levantou com tudo, e lá estava eu nadando e aproveitando os momentos como “nadador”. Atualmente me arrependo em dizer que queria o quanto antes crescer, na verdade me arrependo de nesta sociedade viver, onde se eu buscar a adrenalina de uma forma emocionante, sem segurança, onde só existirá a minha vida e o perigo, me chamaram de louco, procuraram me internar em hospício, dizendo que tive uma crise emocional que fez com fizesse isto.

Eu não entendo e nem procuro compreender os por quês, acho que nem tudo devemos saber. Já que sei que seria injusto abandonar tudo o que já conquistamos, pois, tantas tecnologias hoje nos auxiliam, seria uma idiotice querer retornar na era onde simples pensamentos futuros eram condenados por uma ideologia irritante, onde para se obter sucesso nos romances, o homem carregava as responsabilidades tudo sozinho, pois, sem dinheiro era como se não houve-se chances do amor nascer, e atualmente as mulheres condenam isto, afirmando que são pensamentos “machistas”, mas só nas idéias delas que não possuem pensamentos e ações “feministas”.